poder da sua mente

Use o poder da sua mente a seu favor.

Use o poder da sua mente a seu favor. Parece óbvio, mas não é.

Quando estamos dando conselhos para outra pessoa, parecemos entidades evoluídas.

Ou quando estamos lendo sobre pessoas que tiveram fases difíceis na vida, nos sentimos como vencedores.

Mas, ao mesmo tempo, quando vemos um post de um colega de trabalho recebeu uma nova promoção…

…e você continua no seu cargo há anos, no mínimo, você vai se sentir mal.

Em termos práticos. Você está sentado vendo o Facebook e está passando por um turbilhão de sentimentos bons e ruins.

Parece maluco, né? Mas você está recebendo informações e o seu cérebro está construindo realidades.

Essas realidades podem ser positivas, podem ser negativas.

Tem uma frase que eu gosto muito, de origem não-clara. “A dor é inevitável. O sofrimento é opcional.”

Ou seja, o sofrimento é uma criação da sua mente.

Você pode ficar remoendo-se sobre o acontecido ou aprender com ele e bola pra frente.

É claro que é importante um luto ou um momento de dor, mas passar meses ou anos sofrendo é fazer mal a si mesmo.

E isto é uma construção mental.

Entrevistando crianças, tive um grande insight.

Dia desses realizei mais um projeto de pesquisa para uma grande empresa de tecnologia, aquelas maiores do mundo, sabe?

Então, o produto era um aplicativo para crianças. E por isso, fui entrevistar algumas crianças junto dos seus pais.

Uma das perguntas para desconstrair o ambiente e entender contexto era: “O que é a internet?”

E vieram algumas respostas impagáveis.

“A internet tá no celular da minha mãe”

“A internet é do meu pai. Mas eu não gosto que às vezes a internet acaba.”

Para as crianças, TODA internet estava limitada ao universo criado pelos seus pais.

Depois das entrevistas, obviamente obtivemos os insights que queríamos, mas também rimos disso.

Entretanto, nós mesmos brincamos que acreditávamos em papai noel, em coelhinho da páscoa, etc.

Tudo criações da nossa mente.

E, no fim das contas, essas criações da nossa mente continuam sendo feitas. Acredite.

Por exemplo, você pode acordar em mais uma manhã indo para o trabalho. Até meio para baixo, sem tanta perspectiva.

E, de repente, você recebe uma ligação de outra empresa com uma proposta de emprego irrecusável.

O dia mudou para você, não é mesmo? É aquele sorriso de canto a canto que você nem consegue segurar.

Outra situação: sabe aquele “Oi, sumida” de alguém que você gosta? Então… isso muda tudo.

Isso muda tudo, né? Você não acabou de vencer uma maratona, você simplesmente leu uma mensagem ou recebeu uma ligação e tudo mudou.

E é aí que eu digo: use o poder da sua mente a seu favor.

Porque, geralmente, a gente está num piloto automático apenas sobrevivendo e tentando evitar o pior.

Em vez de, é claro, usar o poder da sua mente a seu favor.

Como seria isso, em termos práticos?

“O Todo é Mente, o Universo é Mental.”

Essa frase é do Caibalion, que fala sobre o hermetismo.

Ou seja, todo universo é uma construção mental.

Inclusive, por exemplo, a gente enxerga, literalmente, somente uma fração e o cérebro que monta o resto da cena.

Não sabe de hermetismo? Sabe o budismo? Vamos lá. Essa do Sidarta Gautama.

“A lei da mente é implacável.

O que você pensa, você cria.

O que você sente, você atrai.

O que você acredita, torna-se realidade., 

Temos um padrão? Então eu tenho um convite.

Use o poder da sua mente a seu favor.

Como fazer isso em termos práticos?

Então, valorizar as coisas que você possui, ser grato, pensar positivo, ter clareza nas coisas que você deseja e almeja.

Ter uma lista de coisas que você ainda deseja fazer… como desafios, metas, sonhos.

Valorizar o bom dia, valorizar as amizades, as parcerias, o(a) companheiro(a).

Valorizar o trabalho. Valorizar a vida, em si.

Digo isso porque você não precisa esperar um desastre para começar a pensar dessa maneira, comece a cultivar isso hoje.

É como um treino de academia e você vai fortalecendo os músculos mas, nesse caso, vai fortalecendo a sua mente.

E para começar, pensa em quais as coisas que você a) se limita, b) se culpa, c) se inferioriza perante os outros?

Saiba que é tudo coisa da sua cabeça, literalmente. E é exatamente por isso que você pode mudá-las para o positivo. Para melhor. Para viver melhor. 🙂

Vai lá, pensa no que te limita, te faz sentir culpado e te faz sentir inferior e muda essa perspectiva. Comece hoje! 🙂